Menos é mais

Pela vida ter se tornado tão automatizada, tão sem tempo, tão cheia de perguntas e dúvidas, o que mais me alegra nestes últimos meses é ter encontrado pessoas que lembram do óbvio: o ser humano não é máquina. Ele tem sentimentos, angústias, auto-estima, raiva, amor etc.

Aqui no Tocantins, tenho lidado com pessoas que veem o ser humano com olhos de enxergar. Com olhos que não desaprovam a cabeça chata, a unha preta, a roupa rasgada ou alguma coisa estética que os incomode fisicamente. Tenho trabalhado com pessoas que espremem o que o ser humano tem de melhor, nem que isso seja uma coisa chata pra ele, como a timidez ou o egocentrismo.

Pessoas que curtem as coisas mais simples da vida, pessoas que vivem! Que muitas vezes moram numa casa toda simples, em que a porta do banheiro é de ferro e o papel higiênico fica na pia, mas que possui uma área externa espaçosa, onde as crianças podem brincar à vontade e os adultos podem pegar apanhar cajus e mangas no pé. Enfim, gente que prioriza o que realmente importa.

São pessoas que encontram nos problemas uma solução, que sorriem de graça e que estendem a mão para o abraço e para amizade. Pessoas que não me conhecem, mas que abrem suas casas para me dar alento, diversão, peixe e cerveja! Como fez o cinegrafista Pedrinho, da foto abaixo.

Além de estar em simbiose com a natureza deste Estado, também estou com os moradores daqui, que me mostram a cada dia que menos pode ser tornar mais! Tudo tão óbvio, né?!

Esse post foi publicado em Sem classificação. Bookmark o link permanente.

11 respostas para Menos é mais

  1. marili disse:

    oi ma
    que bom que vc estah vivenciando uma experiencia tao densamente evolutiva … a gente tem que realmente exercitar o desapego aaquilo que realmente nao interessa nessa vida neh ?? aproveite e conte mais sobre essa gente que parece ser tao amorosa, fico no aguardo
    beijos

  2. minha cara amiga, que beleza !
    pelo seu blog estou conhecendo um lugar que eu nao tinha a menor ideia de como era tao bonito….quando leio os textos publicados me sinto mais uma paulistana stressada que tenta fugir dessa cidade seca, mas nao consegue…mas além de ser lindo essa parte do mapa em que vc esta o mais legal mesmo é conhcer as pessoas…o povo de Deus é sofrido… e mesmo assim vive, e vive bem com o que tem ….isso é muito legal da gente ver….mande mais relatos emocionantes como esse , que fez meu olha marejar….bjao

  3. Saulo disse:

    Oi gege
    Que legal essa vida sem pressa, acho que esse país tem lugares e habitantes incríveis que merecem ser conhecidos e cuja historia você nos dá o prazer de acompanhar. Aproveite, vou segui-los.
    Bjos

  4. Roberta Godoy disse:

    Espetacular…. simplesmente lindo!!! O local, os textos e as experiências…. Tenho certeza que são grandes coisas que você vai levar para o resto de sua vida! Boa sorte ai Gege!!! Bjo

  5. bobbi disse:

    Que delícia! Que bom poder experimentar novos sabores, cores, sentimentos, presenças … aproveite muito mesmo! O blog está tudo de bom .. continuem escrevendo!! Saudades de vocês. Beijos.

  6. mariacastilho disse:

    marili: obrigada pelo comentário, má. realmente, aqui o povo vive, sabe? deixa de lado nossas “frescurinhas de metrópole” e vivem feliz com oq tem. Adorei sua visita! viaje mais com a gente!

    helena: querida amida! lembrei de vc em vários momentos aqui, sabia? pensei como seria bom procê passar uns dias aqui conosco pra baixar a diabetes… (rs) Td é muito calmo, até irritantemente calmo, mas pra nós que somos ligada no 220, vale muito a pena! vc, que é sensível pra caramba, se smocionaria em cada viagem ! obrigada pelo comentário.

    Saulinho: primo querido, que delícia encontrá-lo por aqui tb! a idéia do blog é passar para as pessoas que amo e fico longe, como vc, as coisas boas e fascinantes de uma terra tão nova e desconhecida. obrigada por viajar conosco!

    Roberta: Verdade, minha saudosa Roberta… Tudo o que estamos vendo ficará pra sempre na memória. Fora que a gente vê e pensa: “puta, reclamo tanto, né? e olha esse povo aí, a forma como vivem… ”
    quando eu voltar quero relembrar nossas noites de filial e contar pessoalmente mais histórias…

    Bobbi: Possóóóóó, bastante saudade de vcs tb! Se vcs estivessem conosco iam se divertir tanto, sabia? Viemos com o coração aberto e acho que isso tem sido fundamental para sentirmos tudo o que escrevemos. Mostre nosso blog pra sua mãe tb. Parte da decisão de vir pra cá contou com a ajuda dela! Bjs

    • Saulo disse:

      Bom ver vocês nesse encanto merecido. Viajar pela internet é fantastico (ela só tem 15 anos e parece que nasceu junto com muita gente), descobrimos muita coisa. Passei uns dia no sul do MS, Tres Lagoas e redondezas, onde os shoppings são muito parecidos com aquele que o Julio comentou, acho que estamos a entrar no mundo, não sei se no primeiro……….
      Bjs.
      Saulo

  7. Andréa Quintiere disse:

    Gegê e Júlio,

    Adorei o blog!! Tinha certeza que essa seria uma experiência fantástica (lembra, Gegê, que conversamos sobre isso?).
    Amei o texto “Menos é mais”!
    Gente, é isso que vale, não? Viver, simples assim. É.. acho que tá na hora de rever os conceitos, rs.
    Bjs e saudades

  8. Julio disse:

    Déia, bem-vinda! A simplicidade extrema tem momentos bons e ruins, mas no frigir dos ovos, acho que vale a pena. Pelo menos por alguns meses… Vem pra cá, vc tá pertinho! Vem com a Isa. Bjs

  9. Priscilla Farah disse:

    Oi Gegê
    Estou adorando o seu blog…
    A sua visão do ser humano, da vida…
    E o mais importante olhar com os olhos de enxergar (como dizia a professora Irene)
    Bjs

  10. mariacastilho disse:

    Oi Pri, td jóia? Que delícia ouví-la daqui, de Palmas.
    Vc sabe que eu sempre que escrevo “olhos de enxergar” tb lembro da professora Irene tadinha… Como será que ela está, não?
    Antes de vir pra cá tava sentindo falta do ser humano, sabe? Das coisas que estamos acostumadas a ver em Piracaia, na roça, mas que se perderam por aí…
    Continue nos acompanhando pq cada dia me emociono mais com esse nosso Brasil.
    Muita saudade sua e da sua família!
    Um beijão e obrigada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s